A Caixa Econômica Federal vai entrar, ainda este ano, no mercado de seguros de saúde. Segundo a presidente do banco, Maria Fernanda Ramos Coelho, está sendo desenvolvido um estudo para a criação de uma seguradora voltada para o setor de saúde, e a tendência é que a instituição financeira inicie a atuação nesse mercado em parceria com outra empresa.

A ideia, explicou a executiva, é oferecer planos acessíveis à população de renda mais baixa. Ao mesmo tempo, afirmou, a entrada no mercado de seguros de saúde faz parte da estratégia empresarial da Caixa. “Pelo crescimento que está previsto para o Brasil, de mais de 5% da economia, é natural que as empresas busquem ter diferenciais para o atendimento às suas equipes e seus empregados. Não tenho dúvida que é um mercado com potencial de crescimento muito grande”, afirmou, depois de participar do lançamento dos editais de patrocínio à cultura para 2011.

Maria Fernanda acrescentou que o estudo vai definir os setores em que a Caixa vai focar sua atuação no mercado segurador de saúde. A intenção é oferecer planos até o final deste ano, com foco no segmento corporativo.

No ano passado, o mercado de seguros de saúde movimentou R$ 63,6 bilhões. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 42,8 milhões de brasileiros possuíam planos de saúde e odontológicos em dezembro do ano passado.