Fonte: Revista Veja São Paulo

São Paulo recebe 11,5 milhões de turistas por ano. Eles vêm para trabalhar, estudar, comprar, passear e… cuidar da saúde. No ano passado, 900 000 pessoas estiveram na cidade para realizar algum tipo de tratamento médico ou estético. Destas, 50 000 vieram de fora do Brasil, sobretudo dos Estados Unidos, Angola e países da Europa e América Latina. E esse volume vem crescendo. Para se ter uma ideia, em 2009 o Hospital Sírio-Libanês atendeu 2 190 pacientes estrangeiros, 29% a mais do que no ano anterior.

“São Paulo figura entre os destinos internacionais de quem viaja em busca de medicina de qualidade”, afirma Mariana Palha, sócia e fundadora da Medical Travel Brasil, criada há um ano para fomentar o chamado turismo da saúde na capital. Em 18 de junho próximo, a empresa participa, com a Associação Paulista de Medicina, a SPTuris, representantes de hospitais e outras entidades ligadas ao turismo e à medicina, de um fórum que deve discutir parâmetros e estratégias para desenvolver o segmento. Além desse evento, em agosto a cidade abriga o primeiro congresso voltado para o assunto, batizado de Medical Travel Meeting Brazil, organizado pela empresa de Mariana.

Leia Mais Aqui…