Existem várias opções totalmente legais para se pagar menos impostos no Brasil. Uma das mais interessantes é fazer uma aplicação num plano de previdência privada, que além de lhe garantir uma reserva financeira como complemento de aposentadoria, lhe dará ainda uma redução significativa no seu Imposto de Renda.  A adesão ao PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), por exemplo, poderá lhe render 12% de dedução nos impostos a pagar. Esse plano é mais recomendado para quem tem retenção na fonte e utiliza o formulário completo de declaração de Imposto de Renda. Para os autônomos o mais recomendado é o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre).

Para entender melhor essa dedução, vamos imaginar que você paga R$ 600,00 por mês para o seu PGBL. Isso lhe dará um rendimento de aplicação anual de R$ 7.200,00. Se, por exemplo, após as deduções totais da sua base de cálculos, o valor for de R$ 60.000,00, você poderá abater totalmente do Imposto de Renda o valor anual da sua aplicação do PGBL. (R$ 60.000,00 X 12% = R% 7.200,00).

Na opção do VGBL, o imposto é cobrado exclusivamente sobre o rendimento obtido com os investimentos do plano.

Para muitos profissionais de medicina que são empregados de empresas médicas, a assinatura de um plano privado de previdência é, além de uma maneira inteligente de gerir os seus recursos financeiros, uma formidável forma de redução legal de valores pagos ao anti-amigo Leão.

Além desses recursos, os planos de previdências privadas oferecem outros benefícios interessantes para médicos empregados e/ou autônomos. A melhor opção no momento é procurar um especialista nesse sistema de previdência privada e conhecer melhor esses planos e benefícios. Vale frisar também que cada plano, dependendo das administradoras, oferece benefícios distintos, como inclusão de familiares, tempos de regastes, rentabilidades, bônus etc.

Em suma, em vez de você ficar fritando os seus neurônios nas garras do Leão e nas mãos dos seus súditos apaixonados por novos impostos, opte em fazer um plano de previdência privada, garanta um futuro mais seguro, e pague agora menos impostos. Essa é uma inteligente opção. Bem melhor do que pensar em sonegação.