O dia 11 de novembro é o prazo final para o recadastramento médico. O processo obrigatório, que atende ao estabelecido pela Resolução CFM 1.827/07, prevê a atualização dos dados dos médicos, para que fiquem aptos a receber a nova Carteira de Identidade Médica.

O CFM ainda aguarda a atualização de 11% dos médicos brasileiros. O Maranhão é o estado com menos adesão ao recadastramento: apenas 45% dos inscritos concluíram o processo. Em seguida, o Piauí (59% de participação) e o Ceará (62%). Por sua vez, Santa Catarina e Paraná estão próximos de atingir a totalidade da meta, pois recadastraram 89% e 85% de seus profissionais, respectivamente.

Anúncios