A  ANS publicou o seu caderno anual de informações de saúde com dados relativos ao ano de 2009. Esse caderno demonstrou que das 1.502 operadoras existentes e operantes no Brasil, essas movimentaram 63,6 bilhões de reais e tiveram despesas da ordem de 52,2 bilhões de reais, nesse período. Numa operação matemática simples sabe-se que lucro foi de 11,4 bilhões de reais. Como as operadoras têm pouco mais de 42 milhões de beneficiários, logo se descobre que o lucro por beneficiário/ ano foi de exatos R$ 268,30.

Em média, cada beneficiário das operadoras de saúde dá lucro mensal de R$ 22,35. Aos olhos dos leigos esse é um número pequeno, mas quando dimensionado no mercado de saúde do Brasil que movimenta bilhões de reais por ano, logo se ver porque se ganha tanto dinheiro nesse segmento em nossos pais. Esses números, quando ainda mais estratificados demonstram que em média cada beneficiário coloca todos os dias no ‘cofrinho do lucro’ das OPS R$ 2,50. Quando somados, chega-mse a bilhões de reais.

Os números de 2010 ainda não foram divulgados, mas os especialistas financeiros estipulam um lucro nesse mercado da ordem de 14,1 bilhões de reais.

Esse cenário demonstra mais uma vez que o mercado de saúde em nosso país é um excelente negócio. Só não vê (e não ganha dinheiro) nele, quem não quer ou quem não sabe ganhar. As OPS sabem muito bem.

Anúncios