Dando prosseguimento à tentativa para se estabelecer critérios mínimos de reajustes anuais dos honorários médicos pagos por operadoras de planos saúde, a Procuradoria Geral do Trabalho (PGT), por conta de reivindicação da Federação Nacional dos Médicos, realizou, na última quinta-feira (3), uma reunião com membros da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Secretária de Desenvolvimento Econômico (SDE), Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina. Representantes das operadoras de saúde só participarão da segunda fase das reuniões.

… Atualmente, a média nacional de valor pago aos médicos pelas operadoras é de R$ 27 por consulta, sendo que os gastos que o profissional tem com cada consulta chega a R$ 19. “Sobreviver nessas condições é fazer mágica. A média de ganho dos médicos é vergonhosa, as condições de trabalho são aviltantes. Acreditamos na sensibilidade da ANS, do CADE e da SDE para que tenhamos um acordo”, afirmou o presidente da FENAM, Cid Carvalhaes.

Baseados na Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), o valor justo reivindicado pelos médicos seria R$ 82 por consulta…

Saiba Mais Aqui…

Fonte: FENAM