Injeção usa polímeros carregados negativamente para exterminar os espermatozoides e já está em fase final de testes na Índia.

Diferente do que acontece nas mulheres, que produzem apenas um óvulo durante o ciclo reprodutivo, os homens são “máquinas de espermatozoides”. Portanto, produzir um método contraceptivo que tenha a mesma eficácia da pílula é uma tarefa desafiadora e complicada.

Entretanto, um anticoncepcional produzido na Índia pelo cientista Sujoy Guha parece ter resolvido o problema. Uma injeção chamada RISUG (reversible inhibition of sperm under guidance, ou “inibição reversível de espermatozoides sob orientação”) traz eficácia de 100% e funciona durante 10 anos, garantem os testes.

Leia mais em Tecmundo.com.br