O mercado mundial de serviços de estética cresce em média 18,6% ao ano, segundo a OMC (Organização Mundial do Comércio). No Brasil, nesse mesmo período, esse crescimento é da ordem de 12,2% segundo dados do IBGE. Estima que somente esse mercado local movimenta R$ 23 bilhões por ano.

Alguns fatores contribuem para esse crescimento, como:

  • Maior participação da mulher brasileira no mercado de trabalho;
  • Aumento do poder aquisitivo dos brasileiros;
  • A utilização setorial de tecnologia de ponta;
  • Aumento da produtividade, favorecendo os preços menores no setor;
  • Lançamentos constantes de novos produtos;
  • Perfeito atendimento as necessidades do mercado;
  •  Aumento da expectativa de vida das pessoas.

Segundo os dados das Juntas Comercias existem no Brasil 2.038 empresas atuando no mercado de produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, sendo que 27 são empresas de grande porte, com faturamento líquido de impostos acima dos R$ 180 milhões, representando 79,3% do faturamento total.

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria da Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o setor apresentou um crescimento médio anual de 12,9% nos últimos 12 anos, enquanto que o PIB Total e o mercado em geral cresceram aproximadamente de 2,8%. Por conta disso, o nosso país é o terceiro maior mercado mundial de cosmético.

Segundo o IpeaInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada  – o segmento de centro de estética tem crescido em média 8,3% ao ano, com ênfase nas regiões sudeste, sul e centro–oeste. Nessas regiões o crescimento de alguns estados ultrapassou a média de 13,8% ao ano.

Dessa forma, pode-se seguramente dizer que atualmente esse é um excelente mercado.

Saiba mais no site da Intercriar. Confira Aqui!