Amil ainda não é capaz de competir com planos populares


Edson Bueno, da Amil, diz que custos são altos para concorrer com Intermédica, por exemplo, que possui serviços para público de até três salários mínimos.A Amil não estará suficientemente competitiva para alcançar sua meta de disputar com outras empresas o público com renda de até três salários mínimos nos próximos três anos. A afirmação, dada ao jornal Valor Econômico, é do presidente da operadora de planos de saúde, Edson de Godoy Bueno. O principal entrave, segundo o executivo, são os custos da operadora, ainda altos e inadequados para atender a esse nicho do mercado. Dessa forma, a estratégia da Amil é de “redução total de custos”. Leia Artigo completo no site Saúde Web.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s