Segundo artigo publicado ontem no site UOL, Brasil trará 6.000 médicos cubanos para atender moradores de áreas carentes.

Os governos do Brasil e de Cuba, com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde, estão acertando como será a vinda de 6.000 médicos cubanos para trabalharem nas regiões brasileiras mais carentes. Os detalhes estão em negociação.

Os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e o cubano Bruno Eduardo Rodríguez Parrilla, anunciaram nesta segunda-feira (6) a parceria. Leia artigo completo no site Uol Saúde. Clique Aqui!