COMPRAR EBOOK!

No Brasil, para ser um especialista, o médico deve realizar uma residência médica e prestar um concurso junto à associação médica da especialidade, que é reconhecido pela Associação Médica Brasileira e homologado pelo Órgão classista dos médicos , sem o qual ele é apenas médico, sem especialidade.

Até para ser considerado Clínico, o médico deve fazer Residência em Clínica Médica, com duração mínima de 02 anos.
A medicina tem muitas especializações possíveis, algumas sub-especializações e as denominadas “áreas de atuação”.

No Brasil essas especialidades são regulamentadas em Resoluções expedidas pelo Órgão classista dos médicos .

Em nosso país atualmente são reconhecidas pelo Órgãos classistas dos médicos as seguintes especialidades e áreas de atuação. (53 especialidades e 54 áreas de atuação).

Especialidades médicas:

  1. Acupuntura
  2. Alergia e Imunologia
  3. Anestesiologia
  4. Angiologia.
  5. Cancerologia (oncologia)
  6. Cardiologia.
  7. Cirurgia Cardiovascular
  8. Cirurgia da Mão
  9. Cirurgia de Cabeça e Pescoço:
  10. Cirurgia do Aparelho Digestor:
  11. Cirurgia Geral:
  12. Cirurgia Pediátrica.
  13. Cirurgia Plástica:
  14. Cirurgia Torácica:
  15. Cirurgia Vascular:
  16. Clínica Médica
  17. Coloproctologia
  18. Dermatologia
  19. Endocrinologia e Metabologia:
  20. Endoscopia:
  21. Gastroenterologia:
  22. Genética médica:
  23. Geriatria:
  24. Ginecologia e Obstetrícia:
  25. Hematologia e Hemoterapia:
  26. Homeopatia:
  27. Infectologia:
  28. Mastologia:
  29. Medicina de Família e Comunidade:
  30. Medicina do Trabalho:
  31. Medicina do Tráfego:
  32. Medicina Esportiva:
  33. Medicina Física e Reabilitação
  34. Medicina Intensiva:
  35. Medicina Legal
  36. Medicina Nuclear:
  37. Medicina Preventiva e Social:
  38. Nefrologia
  39. Neurocirurgia
  40. Neurologia:
  41. Nutrologia:
  42. Oftalmologia:
  43. Ortopedia e Traumatologia
  44. Otorrinolaringologia
  45. Patologia:
  46. Patologia Clínica/Medicina laboratorial
  47. Pediatria e Neonatologia
  48. Pneumologia
  49. Psiquiatria
  50. Radiologia e Diagnóstico por Imagem:
  51. Radioterapia:
  52. Reumatologia:
  53. Urologia:

 

Áreas de Atuação:

 

  1. Administração em Saúde
  2. Alergia e Imunologia Pediátrica
  3. Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular
  4. Atendimento ao Queimado
  5. Cardiologia Pediátrica
  6. Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial
  7. Cirurgia da Coluna
  8. Cirurgia do trauma
  9. Cirurgia videolaparoscópica
  10. Citopatologia
  11. Densitometria óssea
  12. Dor
  13. Ecocardiografia
  14. Ecografia vascular com doppler
  15. Eletrofisiologia clínica invasiva
  16. Endocrinologia pediátrica
  17. Endoscopia digestiva
  18. Endoscopia ginecológica
  19. Endoscopia respiratória
  20. Ergometria
  21. Foniatria
  22. Gastroenterologia pediátrica
  23. Hansenologia
  24. Hematologia e hemoterapia pediátrica
  25. Hemodinâmica e cardiologia intervencionista
  26. Hepatologia
  27. Infectologia hospitalar
  28. Infectologia pediátrica
  29. Mamografia
  30. Medicina aeroespacial
  31. Medicina de urgência
  32. Medicina do adolescente
  33. Medicina fetal
  34. Medicina intensiva pediátrica
  35. Nefrologia pediátrica
  36. Neonatologia
  37. Neurofisiologia clínica
  38. Neurologia pediátrica
  39. Neurorradiologia
  40. Nutrição parenteral e enteral
  41. Nutrição parenteral e enteral pediátrica
  42. Nutrologia pediátrica
  43. Perícia médica (revogada pela resolução órgão classista dos médicos n. 1930/2009)
  44. Pneumologia pediátrica
  45. Psicogeriatria
  46. Psicoterapia
  47. Psiquiatria da infância e adolescência
  48. Psiquiatria forense
  49. Radiologia intervencionista e angiorradiologia
  50. Reprodução humana
  51. Reumatologia pediátrica
  52. Sexologia
  53. Transplante de medula óssea
  54. Ultra-sonografia em ginecologia e obstetrícia

As 05 principais especialidades médicas, (clínica médica, cardiologia, ginecologia e obstetrícia, pediatria, e pneumologia) correspondem 62% dos atendimentos iniciais em centros de saúde públicas ou privadas. Contudo, como veremos a seguir essas não são as especialidades médicas mais lucrativas.